Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
 
Guarantã, 26 de junho de 2017 | COMO CHEGAR ATÉ NÓS ATRAVES DE SUA LOCALIZAÇÃO:
História do Município

O Município

HISTÓRICO

Por volta de 1921, a Companhia Telefônica Bragantina, necessitando de postes para ampliação de sua rede, adquiriu as matas da região, conseguindo da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, desvio de seus trilhos e instalação de um posto para embarque da madeira, que a Ferrovia denominou "Guarantã".

O topônimo, corruptela indígena de" iara-tã"que significa madeira dura, refere-se às árvores da família das rutáceas, que formam as matas locais.

Altino Cardoso iniciou, em torno dessa parada, a fundação do patrimônio, tendo levantado um cruzeiro onde foi celebrada a primeira missa. A construção da Igreja dedicada à padroeira Santa Terezinha do Menino Jesus, iniciada em 1925, época em que já estavam estabalecidos muitos moradores, entre eles os comerciantes José Assunção Meier, Antônio Guzela e José Bértoli.

Em pouco tempo formaram-se extensas fazendas dedicadas à cafeicultura iniciada por Francisco Martins, José Siqueira, Morotomi Maquizo, Batista Zacarin, Guerino Picheli e Ricieri Ricci, considerados também fundadores da cidade.

As altas produções de cafeicultura e o fácil aceso pela Ferrovia atraíram outros povoadores, aumentando o núcleo urbano. Apesar das sucessivas crises na década de 1930, quando outras culturas (amendoim, milho e cana-de-açúcar) foram introduzidas, o café ainda se manteve como base sócio­econômica do progresso de Guarantã.

 

GENTÍLICO: GUARANTÃENSE

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Guarantã, por Lei Estadual nº 2025, de 27 de dezembro de 1924, no Município de Pirajuí.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Guarantã figura no Município de Pirajuí.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto­lei Estadual nº 9073, 31 de março de 1938 , o Distrito está grafado "Guarantã" e figura no Município de Pirajuí. Em 1936 e 1937, Guarantã é distrito apenas judiciário.

No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, o Distrito de Guarantã permanece no Município de Pirajuí.

Elevado à categoria de município com a denominação de Guarantã, por Decreto-lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, desmembrado de Pirajuí e Garça, com sede na vila do mesmo nome, Guarantã. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1945.

Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Guarantã ficou composto do Distrito Sede e pertence ao termo e comarca de Pirajuí.

Figura composto apenas de 1 Distrito, Guarantã, comarca de Pirajuí, nos quadros territoriais fixados pelas Leis Estaduais nos 233, de 24-XII-1948 e 2456, de 30-XII-1953 para vigorar, respectivamente, nos períodos 1949-1953 e 1954-1958 o município é constituído do Distrito Sede.

Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

 

 

Fonte: IBGE

 







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior
















Galeria Multimídia
Galerias
AV. Altino Cardoso, 156 - Centro
- CEP 16.570-000 - Guarantã - SP
Telefone: (14) 3586-3300
Total de Visitas: 7475   |  Online: 1
Última atualização: 26/06/2017 11:02:58



SIC - Serviço de Informação ao Cidadão
Nome: Prefeitura Municipal de Guarantã
E-mail: secretaria@guaranta.sp.gov.br
Telefone para esclarecimentos: (14) 3586-3300
Endereço: AV. Altino Cardoso, 156 - Centro
Atendimento: Amanda Molina
2017 © Todos os direitos reservados